Prémio Dardos

domingo, 25 de janeiro de 2009
"Vite, en boca de todos" tem a honra de receber o Premio Dardos de mão de Xoán S. Pazos, ilustre fisterram, poeta e estudante de filologia hispánica.

Para el somos merecentes de tal galardom "por levar a cabo unha importantísima labor de información dentro do ámbito do barrio de Vite e arredores, o cal é necesario nunha sociedade onde a información está a ser controlada de forma reiterada por "organismos" que negan moitas partes da realidade. Por todo iso, e por amosar unha información necesaria, útil e comprometida, recibe da miña parte o Premio Dardos."

A el e a todos os que seguides este blogue, obrigadísimo.



"Com o Prémio Dardos reconhecem-se os valores que cada blogger, emprega ao transmitir os mesmos por culturais, éticos, literários, pessoais, etc., que, em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, entre suas palavras. Esses selos foram criados com a intenção de promover a confraternização entre os bloggers, uma forma de demonstrar carinho e reconhecimento por um trabalho que agregue valor à Web.

Este Prémio obedece a algumas regras:

1) Exibir a imagem do selo;
2) Linkar o blog pelo qual se recebeu a indicação;
3) Escolher outros blogs a quem entregar o Prémio Dardos.

Assim sendo, repasso o Prémio Dardos para os bloggers abaixo, pelo valor que lhes reconheço":

A purreira TV
A tropa de Santa Cruz de Viana
La culpa es de sus padres

3 persoas de bem:

O Garcia do Outeiro disse...

Parabenizo-vos por tam alto reconhecimento a vossa mais fina retranca e obrigado pola nominaçom ao nosso blogue arredista que nom é merecente de tal e que só recolhe as vivências duns vándalos ao passar pola madrilena rua dos Gatos.

Umha aperta irmandinha

Rosalía Fernández Rial disse...

A nosa república Vitense está de festa!
Noraboa presidente!!
Cada día estou máis orgullosa de vir parar a este intrépido País.

Saúde e República!

Frederik Tácito disse...

Noraboa aos administradores deste blogue. Dende logo, considero de importancia que a población estea ben informada, e iso non pasa por ler El País ou El Mundo.
Un saudiño dende a República veciña!